Com coragem e conhecimento contra a depressão



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

"Juntamente com coragem e conhecimento contra a depressão" 2 de setembro de 2013 em Leipzig

A Fundação Alemã para a Depressão, juntamente com a Aliança Alemã contra a Depressão e a Liga Alemã da Depressão, realiza o Congresso de Pacientes com Depressão em Leipzig pela segunda vez - são esperadas até 1.500 pessoas afetadas pela depressão, parentes e partes interessadas - o evento será moderado pelo artista Harald Schmidt.

Todo segundo alemão tem que lidar com a depressão pelo menos uma vez na vida - como vítima ou parente. No total, cerca de quatro milhões de pessoas na Alemanha atualmente sofrem de depressão que requer tratamento. No entanto, muitas vezes leva anos desde os primeiros sintomas até o tratamento bem-sucedido. Ajuda e educação para as pessoas afetadas e suas famílias são urgentemente necessárias. A Fundação Alemã para a Ajuda à Depressão convida você para o "2º Congresso Alemão de Pacientes com Depressão", um fórum único na Alemanha. No domingo, 1º de setembro de 2013, são esperados até 1.500 convidados na Gewandhaus em Leipzig. O congresso é moderado novamente pelo patrono da fundação, o artista Harald Schmidt: "A depressão é uma doença sem lobby e tudo menos engraçado. Quanto mais todos souberem da doença, melhor ele poderá lidar com ela".

O objetivo da fundação independente e sem fins lucrativos Deutsche Depressionionshilfe é pesquisar a depressão, transmitir conhecimento e ajudar as pessoas afetadas a receberem melhor tratamento e mais aceitação na sociedade. Conselho de Administração Prof. Dr. Ulrich Hegerl: "A falta de conhecimento da população leva ao medo e à estigmatização. A depressão é uma das doenças mais comuns e pode afetar a todos".

A maioria dos 10.000 suicídios e 150.000 tentativas de suicídio na Alemanha a cada ano se devem à depressão, que geralmente não é tratada de maneira ideal. O motivo é a falta de conhecimento, mas também a vergonha das pessoas afetadas. "Com a ajuda do congresso de pacientes, queremos dar voz às atualmente mais de quatro milhões de pessoas com depressão na Alemanha - cujo quadro clínico é mais sobre se retirar da vida e da sociedade", acrescenta o Prof. Ulrich Hegerl, que dirige a clínica e policlínica para psiquiatria e psicoterapia em O Hospital Universitário de Leipzig dirige.

O congresso em Leipzig começa no dia 1º de setembro às 10:00. Além de inúmeras palestras e workshops pelos afetados, parentes e especialistas, o variado programa inclui Autor do best-seller Dr. Manfred Lütz ("Louco! Tratamos as pessoas erradas"), um evento noturno em Moritzbastei, nas proximidades, e muitas outras surpresas para seus visitantes. Como parte do congresso, o concurso de fotos "Caminhos Fora da Depressão" também será realizado este ano. Os visitantes também podem esperar receber o Prêmio Promocional Carlsson Wedemeyer e, pela primeira vez, o "Prêmio Alemão da Mídia para Ajuda à Depressão". O programa completo do congresso, com mais informações e inscrições, pode ser encontrado em: www.deutsche-depressionshilfe.de/kongress. (PM)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Depressão e Suicídio. PEDRO CALABREZ. NeuroVox 023


Artigo Anterior

Muitas mulheres também roncam

Próximo Artigo

Greve de alerta na clínica HELIOS